segunda-feira, 2 de setembro de 2013

As aves do Jardim Botânico do Museu Nacional de História Natural e da Ciência (MUHNAC)

Além das plantas o Jardim Botânico apresenta uma diversidade considerável de outros organismos, sendo por isso considerado um refúgio de biodiversidade no centro da cidade de Lisboa.

As aves não são exceção, e são inúmeras as espécies que procuram abrigo e alimento neste espaço. Algumas são autóctones e outras são espécies exóticas que se adaptaram ao clima da cidade.

Podemos observar com alguma frequência o Melro-preto (Turdus merula), o Rabirruivo-preto (Phoenicurus ochruros), o Pardal-comum (Passer domesticus), o Gaio (Garrulus glandarius), o Pato-real (Anas platyrhynchos), a Gaivota-argêntea (Larus michahellis), o Pisco-de-peito-ruivo (Erithacus rubecula), a Coruja-das-torres (Tyto alba), a Carriça (Troglodytes troglodytes), o Pombo-torcaz (Columba palumbus), o Chamariz (Serinus serinus), o Estorninho-malhado (Sturnus vulgaris), o Pintassilgo (Carduelis carduelis), o Verdilhão (Carduelis chloris), a Felosa-comum (Phylloscopus collybita), a Trepadeira-comum (Certhia brachydactyla), a Estrelinha-de-cabeça-listada (Regulus ignicapilla), o Goraz ou Garça-nocturna (Nycticorax nycticorax), o Pica-pau-malhado-grande (Dendrocopos major), a Coruja-do-mato (Strix aluco), diversas espécies de Chapins, o Torcicolo (Jynx torquilla) o Papa-moscas-preto (Ficedula hypoleuca), a Alvéola-cinzenta (Motacilla cinerea) os exóticos Periquito-de-colar (Psittacula krameri) e Periquitão-de-cabeça-azul (Aratinga acuticaudata) e muitas outras espécies dependendo da estação do ano.

É por isso um espaço de eleição para a observação de aves em Lisboa (Birdwatching).

Mais informações:
Aves de Lisboa 1; 2





Melro-preto (Turdus merula)





Periquito-de-colar (Psittacula krameri)



Periquitão-de-cabeça-azul (Aratinga acuticaudata)
(Det. J. P Granadeiro)



Verdilhão (Carduelis chloris)


Pardal-comum (Passer domesticus)


Pato-real (Anas platyrhynchos)






Estorninho-malhado (Sturnus vulgaris)



Chamariz (Serinus serinus)







Carriça (Troglodytes troglodytes)





Felosa-comum (Phylloscopus collybita)


Gaio (Garrulus glandarius) sobre o Cipreste-do-México (Taxodium mucronatum) e outras espécies







Trepadeira-comum (Certhia brachydactyla)






Estrelinha-de-cabeça-listada (Regulus ignicapilla)







Chapim-azul (Parus caeruleus)





Chapim-real (Parus major)



Papa-moscas-preto (Ficedula hypoleuca)









Pintassilgo (Carduelis carduelis) sobre Betula celtiberica






Pombo-torcaz (Columba palumbus)







Alvéola-cinzenta (Motacilla cinerea)



Torcicolo (Jynx torquilla)
(Det. J. P Granadeiro)



Imagens e vídeos mais antigos das aves do Jardim Botânico

Goraz ou Garça-nocturna (Nycticorax nycticorax).
Créditos: José Cardoso




Coruja-do-mato (Strix aluco)
Créditos: José Cardoso




Pica-pau-malhado-grande (Dendrocopos major).
Vídeo amador. Créditos: Fernando Pamplona

video